Branca Messina

 
IMG_5456.jpg
 
 

Breve Histórico

Formada pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL), uma das principais escolas de artes do país, Branca Messina já atuou em nove longas-metragens, tendo grande destaque no festival Cine PE 07, onde foi nomeada a Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme Não por Acaso, de Philippe Barcinski. Recentemente atuou em Ninguém Ama Ninguém Por Mais de Dois Anos, de Clovis Melo, e no ainda não lançado BIO, de Carlos Gerbase.

Na televisão, participou de diversas séries de TV, dentre elas As Canalhas, do canal GNT, como protagonista do episódio “Eliana, uma aeromoça tradicional”. Seu trabalho mais recente, com estreia prevista para 2016, é na série Amor de Quatro, onde interpreta a protagonista da série que será exibida no Canal Brasil. Branca também atuou na série Supermax, toda gravada em espanhol para exibição na Argentina e Espanha, a série é dirigida por Daniel Burman e Herman Goldfrid.

 
 

Cinema

Em Breve – Bio, de Carlos Gerbase

2015 – Ninguém ama ninguém por mais de dois anos, de Clovis Melo.

2012 – Menos que nada, de Carlos Gerbase

2011 – Rio, sex and comedy, de Jonathan Nossiter.

2010 – 400 Contra um, uma história do crime organizado, de Caco Souza.

2010 – Olhos azuis, de José Joffily.

2008 - Vingança, de Paulo Pons

2007 – Não por acaso, de Philippe Barcinski .

2007 – Mulheres, Sexo, Verdades e Mentiras, de Euclydes Marinho.

 

Televisão

Em Breve – Amor de Quatro – Canal Brasil

2016 – SUPERMAX – Exibição Internacional na Espanha e na Argentina

2014 – As Canalhas - GNT

2013 – Copa Hotel – GNT

2008 – Quarto mundo – Multishow – Trabalho como apresentadora.

 

Teatro

Else, dramaturgia e direção José Luis Junior.

Corte Seco, dramaturgia e direção Christiane Jatahy.

Trabalhos de amores quase perdidos, dramaturgia e direção Pedro Brício.

O Futuro, roteiro Lucas Paraizo e direção Fernanda Bond