Giovanna De Toni

 
Giovanna De Toni 00.jpg
 
 

Breve Histórico

Giovanna De Toni tem uma longa trajetória nas artes com atuação no teatro, cinema e televisão, tanto no Brasil como na Itália, devido sua fluência nas duas línguas. No Brasil esteve em mais de quinze espetáculos. No cinema atuou em sete longas-metragens, em grandes produções como “Simonal”, com direção de Leonardo Domingues, e “Cilada.com”, de José Alvarenga.

Na televisão trabalhou em duas das principais emissoras do país. Pela Rede Globo esteve em grandes produções como “Sol Nascente”, “Amor a Vida”, “Passione” entre outras. Pela Record esteve em “Bicho do Mato”.

 

CINEMA

Simonal, direção Leonardo Domingues

Cilada.com, direção José Alvarenga

No Meio da Rua, direção L. C. Fontoura

Rubi, direção Fábio Novello

A mente, direção Paula Canela

Proposta, direção Rick Nobre

Resto da Vida, direção Yuri Paiva

Curta-metragem

2017 - TED e Hanna, direção Henrique Saladini

 

TELEVISÃO

2017 - Sol Nascente – Rede Globo

2014 - Amor a Vida – Rede Globo

2013 - Malhação – Rede Globo

2011 - Passione – Rede Globo

2007 - Bicho do Mato – Rede Record

2004 - A Cor do Pecado – Rede Globo

2003 - Mulheres Apaixonadas – Rede Globo

2001 - Laços de Família – Rede Globo

1998 - Brida – Tv Manchete


TEATRO

Restos Humanos Não Identificados e a Verdadeira Natureza do Amor, direção Maurício Paroni de Castro
Solos Secos, direção Gerald Thomas.
Depois da Chuva, direção Thierry Trémouroux
Ludwig e as irmãs, direção Mauricio Paroni de Castro
A Pecadora Queimada e os Anjos Harmoniosos, direção de Jose Antonio Garcia e Juliana Carneiro da Cunha
Timon de Atenas, direção Bruce Gomlevsky
Bonitinha mas Ordinária, direção Paulo Fabiano
Pequenos Burgueses, direção Samir Alencar
Rei Lear, direção Edson Santana
Armagedon Libertada, direção Paulo Chiavegatti
Corpo de Baile II, direção Ulysses Cruz
Típico Romântico, direção Maurício Paroni de Castro
O Diário de Eva, direção Sérgio Ferrara
La Pasta
Ham-Let / William Shakespeare, adaptado por Zé Celso Martinez Correia